A sétima trombeta

A sétima trombeta
Tempos de Restauração

1 de setembro de 2015

Ordenação temática

Porque em casa nenhuma morei, desde o dia em que fiz subir a Israel até ao dia de hoje; mas fui de tenda em tenda, e de tabernáculo em tabernáculo.
1 Crônicas 17:5
Porque em casa nenhuma habitei desde o dia em que fiz subir os filhos de Israel do Egito até ao dia de hoje; mas andei em tenda e em tabernáculo.
2 Samuel 7:6

Visando uma melhor explicitação temática e atualização dos tópicos abordados nesse blog, os conteúdos de relevância eclesiástica da Igreja Evangélica Ortodoxa Tabernáculo de Cristo estará sendo disponibilizado na página própria, sendo que os assuntos referentes ao APOCALIPSE ficarão centralizados nesse para facilitar a compreensão.

 
A princípio, para melhor recepção temática, vamos começar com a SÉTIMA TROMBETA que é o tempo em que estamos vivendo. Jesus vem no tempo da sétima trombeta, quando esta começa a tocar uma Mensagem para preparar as dez tribos de Israel que se encontra entre os gentios para a Segunda Vinda de Cristo. Jesus não disse que viria ao toque, mas após o toque, pois há uma sequência de eventos que devem se cumprir nesse tempo. Paulo disse:

Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

Veja que é citado que PRIMEIRO a trombeta soará e os mortos ressuscitarão incorruptíveis e depois nós todos seremos transformados, pois a ordem foi citada em 1 Tessalonicenses 4

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.
Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.

A Segunda Vinda de Cristo se dá com o TOQUE DA ÚLTIMA TROMBETA anunciando sua volta através de um SOM que somente será conhecido dos eleitos, que hão de herdar a vida eterna. O mundo, nesse tempo, continua com suas heresias e corrupção, sem conhecer o som, ouvindo apenas o clamor generalizado do avivamento, mas sem compreender a significância do som e os eventos finais que acontece entre os gentios.

A trombeta, assim como um violão, piano ou qualquer outro instrumento musical, até então, antes da eletricidade, para tocar era necessário que alguém fizesse isso. Mesmo em nossos dias, para um instrumento musical tocar, é necessário que uma pessoa venha a fazer isso, por qualquer meio que seja, de forma que o instrumento como a trombeta, para tocar, precisa de um ESPÍRITO, que no caso da SÉTIMA TROMBETA, quem toca esse som é um anjo - ou melhor - o sétimo anjo. A trombeta deve soar o sonido certo, para ser conhecido pelos que estão preparados para compreender sua voz, como está escrito:

Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha? 1 Coríntios 14:8

No caso específico da trombeta citada no Apocalipse em geral se refere não a um som qualquer, mas o som de uma voz, cujo som é perceptível para os que estão habilitados para compreender sua significância:

Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, Apocalipse 1:10

Apesar de que a historicidade possa afirma que outras nações tenham usado trombetas para anunciar a vinda de reis, ou preparar os soldados para a guerra e outras significância solene como as festas, as sete trombetas bíblica se dirigem exclusivamente ao povo de Israel, que são as doze tribos. Certamente cada nação teve seu som segundo sua cultura, assim como o som da trombeta para Israel tinha grande relevância.
Esse Israel arcaico que existiu desde o Jacó e que posteriormente passou a ser o nome da nação sacerdotal tirada do Egito, mas que há dois mil anos atrás, deixou de existir como nação para ser novamente um povo peregrino, por terem deixado o seu Deus para servir homens e por isso deixaram de ouvir o som da trombeta, ou desaprenderam. O novo nome de Israel passou a ser Cristo, na nova aliança e novamente o som da trombeta voltou a ser soado na Terra, saindo de Jerusalém até chegar nos confins da Terra.

Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da trombeta; mas dizem: Não escutaremos. Jeremias 6:17

Por não escutarem o som da trombeta, passaram a imitar as nações e foram dispersos. A princípio, o reino de Israel foi dividido em dois reinos após o fim do reinado de Salomão, ficando o Reino do Norte com o nome de Israel com as dez tribos e o Reino do Sul com as duas tribos de Judá e Benjamim. As dez tribos de Israel foram dispersas para os quatro cantos da Terra e NUNCA retornaram para a Palestina ATÉ O DIA DE HOJE, como está escrito:

Até que o Senhor tirou a Israel de diante da sua presença, como falara pelo ministério de todos os seus servos, os profetas; assim foi Israel expulso da sua terra à Assíria até ao dia de hoje. 2 Reis 17:23

Judá e Benjamim, foram as únicas tribos que ficaram na Palestina até que veio o rei Nabucodonosor e levou a tribo de Judá para o cativeiro com uma parte da tribo de Benjamin, sendo essas as únicas tribos que retornaram para a Palestina nos dias de Neemias e permaneceram até os dias de Jesus, quando finalmente os romanos expulsaram os judeus, restando apenas a pequena tribo de Benjamin que posteriormente miscigenou com as demais nações, até que na grande tribulação Moisés e Elias trará uma Mensagem para tirar dessa tribo os 144 mil para juntar as doze tribos hereditárias.

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e prantearão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
Naquele dia será grande o pranto em Jerusalém, como o pranto de Hadade-Rimom no vale de Megido.
E a terra pranteará, cada família à parte: a família da casa de Davi à parte, e suas mulheres à parte; e a família da casa de Natã à parte, e suas mulheres à parte;
A família da casa de Levi à parte, e suas mulheres à parte; a família de Simei à parte, e suas mulheres à parte.
Todas as mais famílias remanescentes, cada família à parte, e suas mulheres à parte
.

Zacarias 12:10-14

Não é apenas 144 mil pessoas, mas os machos de cada tribo, pois assim foi no Êxodo com Moisés

Tomai a soma de toda a congregação dos filhos de Israel, segundo as suas famílias, segundo a casa de seus pais, conforme o número dos nomes de todo o homem, cabeça por cabeça;Números 1:2

No Velho Testamento, somente o cabeça da família era contado, sendo excluído as mulheres e as crianças e da mesma forma, esses 144 mil serão contados somente os cabeças, por isso que cada um chorará a parte, pois são esses que vão formar as tribos que existirão no Milênio ao redor de Jerusalém.

E produzirei descendência a Jacó, e a Judá um herdeiro que possua os meus montes; e os meus eleitos herdarão a terra e os meus servos habitarão ali.Isaías 65:9

Os eleitos serão transformados ao toque da última trombeta e os servos, são os que passarão pela grande tribulação mas que serão mortais, que são os 144 mil.

Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.
E edificarão casas, e as habitarão; e plantarão vinhas, e comerão o seu fruto.
Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.
Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação; porque são a posteridade bendita do Senhor, e os seus descendentes estarão com eles.
E será que antes que clamem eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.
O lobo e o cordeiro se apascentarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; e pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor.
Isaías 65:20-25

Quando Cristo veio há dois mil anos atrás enviou João Batista com voz de trombeta para anunciar a restauração do reino de Israel, não reino político para governar para pessoas corruptas e pervertidas, mas para os filhos de Deus que estavam dispersos entre as nações através da pregação do Evangelho. João Batista foi sem dúvidas o Elias esperado para aquele tempo, pois Jesus mesmo o vindicou como tal e foi a "voz do que clama no deserto" e assim como a trombeta, ele foi enviado para anunciar a chegada do reino de Deus para os filhos de Deus:

E será naquele dia que se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria, e os que foram desterrados para a terra do Egito, tornarão a vir, e adorarão ao Senhor no monte santo em Jerusalém. Isaías 27:13

A Mensagem é UM SOM diferenciado, anunciado por um Mensageiro, que faz soar a voz de Deus com a Mensagem do seu dia. A mesma trombeta que anuncia a volta de Jesus é a mesma trombeta que anuncia também a situação que se encontra cada geração.

Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados. Isaías 58:1

Conforme já explicado nesse blog sobre o significado de cada som da trombeta no Velho Testamento, toque tem sua particularidade e relevância e como em nosso tempo presente, o som da sétima trombeta está soando através de uma Mensagem que leva a igreja de volta a palavra original - que é a bíblia.

Apocalipse 10.7 ao contrário do que vem sendo ensinado por muitos, não é um tempo efetivo, mas uma citação de algo do passado que no futuro seria revelado quando estivesse em cumprimento. Assim como no nessa frase que usei, a palavra MAS é uma DESINÊNCIA que aponta para algo futuro. A citação de Apocalipse 10 é uma continuação de Apocalipse 1 que se passa nos dias de João, MAS que somente NOS DIAS DA VOZ do sétimo anjo seria revelado ou cumprindo, como foi anunciado pelos profetas.
A sétima trombeta, que é a última, é a trombeta citada em Apocalipse 11.15 que diz:

E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.
E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus, prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus,
Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste.
E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.
E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.

Após o toque da sétima trombeta, então vem o alarido e por último a VOZ DE ARCANJO que chama os mortos e então todos, tanto os vivos como os que foram ressuscitados serão transformados para se encontrar com Jesus, quando então é derramada a SÉTIMA TAÇA das mão do sétimo anjo, o mesmo que tocou a sétima trombeta.

E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu, do trono, dizendo: Está feito.
E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e houve um grande terremoto, como nunca houve desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão grande terremoto.
E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e da grande babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da indignação da sua ira.
E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam.
E sobre os homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva; porque a sua praga era mui grande.

A voz dos sete trovões que João ouviu, mas que foi proibido de escrever abertamente, pois teve que selar, ou escrever de forma oculta foi revelada nos dias da voz do sétimo anjo como sendo as sete cartas escrita as sete igrejas, onde cada anjo foi advertido sobre a condição que se encontrava a igreja. Quando os sete trovões soaram, emitiram notas musicais que João não explicou em Apocalipse 10 pois foi dito pelo anjo que escrevesse de forma selada para que NOS DIAS DA VOZ DO SÉTIMO ANJO ou seja, na SÉTIMA ERA da igreja, fosse revelado. Sendo assim, João escreveu as vozes e endereçou a sete igrejas nas sete carne..
 
E clamou com grande voz, como quando ruge um leão; e, havendo clamado, os sete trovões emitiram as suas vozes. Apocalipse 10:3
 
Os trovões literalmente falaram ou soletraram algo, que João ia escrever, mas foi dito para não escrever da forma que ouviu, mas escrever de forma SELADA ou oculta. Os sete trovões falando em sequência forma uma palavra e o som de cada palavra dita pelo anjo em forma de trovão falaram vozes e João escreveu em forma de cartas, pois eram palavras que ainda iam se cumprir.
 
E, quando os sete trovões acabaram de emitir as suas vozes, eu ia escrever; mas ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões emitiram, e não o escrevas. Apocalipse 10:4
 
Esses trovões são os mesmos que também foram citados por João em Apocalipse 19
 
E ouvi como que a voz de uma grande multidão, e como que a voz de muitas águas, e como que a voz de grandes trovões, que dizia: Aleluia! pois já o Senhor Deus Todo-Poderoso reina. Apocalipse 19:6
 
Os trovões são vozes de anjos, que na verdade é a voz de Deus que troveja sua Mensagem ao som de trombeta. Esse som a cada tempo iria ao encontro dos filhos de Deus em todo o mundo, como disse Isaías:
 
Vós, todos os habitantes do mundo, e vós os moradores da terra, quando se arvorar a bandeira nos montes, o vereis; e quando se tocar a trombeta, o ouvireis. Isaías 18:3
 
O som, quando não é conhecido, para os que ouvem é apenas um trovão ou um barulho maior, mas para quem conhece o som trata-se de algo mais:
 
Ora, a multidão que ali estava, e que a ouvira, dizia que havia sido um trovão. Outros diziam: Um anjo lhe falou. João 12:29
 
Para a multidão era apenas um trovão, ainda que alguns diziam ser a voz de um anjo, por ser essa a mensagem dos profetas.
 
Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder? 26:14
 
Esse som do trovão era para levar os cristão a receber a Mensagem certa, ou o som da trombeta, que antes era tocado pelos trombeteiros dentre os sacerdotes e depois passou a ser a voz dos profetas, como citou Amós:
 
Tocar-se-á a trombeta na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá algum mal na cidade, sem que o Senhor o tenha feito?
Certamente o Senhor DEUS não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.
Rugiu o leão, quem não temerá? Falou o Senhor DEUS, quem não profetizará?
Amós 3:6-8 

21 de agosto de 2015

Quarto aniversário de Independência da IEOTC

No dia 12 de Outubro estaremos completando mais um ano de total independência ministerial. São quatro anos, como IGREJA EVANGÉLICA ORTODOXA TABERNÁCULO DE CRISTO, onde sozinhos e somente com Deus nessa jornada conseguimos nosso êxito de levar a Palavra Original para os nossos irmãos e aos que vão herdar a salvação. Dos grupos da Mensagem, a VOGR tem nos enviado gratuitamente livros do profeta William Branham e recentemente o irmão Ewald Frank tem também enviado livretos que distribuímos da mesma forma, além de hinários e Mensagens dos Crentes da Bíblia que adquirimos para nosso uso, mas das igrejas não temos nenhuma colaboração ou envolvimento, seja doutrinário ou financeiro e temos sobrevivido graças a misericórdia do nosso Deus. 

Já no próximo mês estaremos providenciando a aquisição das camisetas comemorativa, que como nos demais anos, são distribuídas gratuitamente para nossos irmãos efetivos que congregam conosco. Todos os anos também temos o companheirismo com festa e é aberto a todos que queiram participar.

Desde 2007 que venho divulgando tópicos da Mensagem e denunciando o assédio moral e a corrupção no meio evangélico, que vem destruindo a alegria dos cristãos e tirando-os das igrejas. Apesar das nossas limitações, temos sido abençoados por Deus que nos deu condições para nos reunirmos continuamente em um salão alugado para ensinarmos a Bíblia na íntegra, tendo a Mensagem do profeta William Branham como única fonte confiável de interpretação bíblica. A simplicidade do nosso ministério e dos nossos irmãos tem passado por alto pelos grandes religiosos, mas Deus tem nos suprido e até agora não precisamos de nenhum investimento de outras instituições que estão envolvidas com a corrupção ou práticas mundanas.

A igreja verdadeira possui o caráter de Cristo, ainda que na sua composição seja formada por pessoas simples que tenham suas particularidades e defeitos, mas o importante é a integridade do Ministério Cristão, onde servimos o único que é Perfeito - Jesus Cristo - nosso único Deus. Entre nós, não há o grande homem ou o pequeno, mas todos são iguais e com seus dons peculiares reverenciamos ao nosso único Deus. Cremos que o regime de governo na igreja é o Teocrático, onde Deus está acima de todos e todos são irmãos, onde cada um exerce sua função conforme o dom recebido. Ao contrário do imperialismo que reina nas igrejas cristãs e pagãs, o evangelho é para selecionar entre as multidões os verdadeiros adoradores sem distinção ou acepção de pessoas, pois é a Palavra de Deus quem os escolhe.

Em 12 de Outubro de 2015 estaremos comemorando mais um ano de igreja e convidamos a todos os cristãos que amam a Palavra de Deus para vir compartilhar conosco esse companheirismo. Nossa doutrina não é ritualística e nem fazemos personificações como e vê em inúmeras igrejas, que permitem a prática herege de ouvir feiticeiros, agoureiros, adivinhantes e que fazem petições onde as pessoas são constrangidas a doar ou ficar rolando no chão, ou fazendo falsas profecias como se isso fosse bíblico.

A igreja é para uso dos cristãos como uma sociedade no todo e a liderança é simplesmente para guiar os membros arrolados conforme cada ofício, de forma ortodoxa e sem contradição bíblica, para edificação do corpo de Cristo - que é a Igreja. Não fazemos proselitismo e nem constrangemos as pessoas a nos seguir ou se juntar a nosso grupo, pois cremos que os cristãos que devem se identificar com a Mensagem da hora e estar preparados para lutar contra o mal que está assolando as igrejas, principalmente a corrupção generalizada, onde as pessoas estão sendo iludidas com doutrinas erradas e hereges para profanar essa obra maravilhosa que é a Noiva do Senhor Jesus Cristo.

 

William Branham - Um Resumo das Sete Eras da Igreja.
"Nem por um momento eu trago uma mensagem para que o povo me siga ou una-se a minha igreja, ou inicie outra organização. Jamais fiz isto e não o farei agora. Não tenho interesse em tais coisas mas tenho interesse nas coisas de Deus e de Seu povo, e se eu puder conseguir uma única coisa estarei satisfeito. E esta coisa é ver estabelecida uma verdadeira relação espiritual entre Deus e os homens, de modo que os homens se tornem novas criaturas em Cristo, cheios com o Espírito e vivendo de acordo com Sua Palavra. Eu convido, suplico, e aviso a todos para que ouçam Sua Voz neste tempo e entreguem suas vidas completamente a Ele, da mesma maneira que confio que tenho entregado meu tudo para Ele. Que Deus te abençoe e possa Sua vinda trazer grande júbilo ao seu coração."


"PORQUE NÃO SOMOS UMA DENOMINAÇÃO" - Traduzido por Gravações "A Voz de Deus"
16 - Agora, nós somos uma organização. Nós somos uma organização registrada aqui na sede do município como uma organização, um grupo de pessoas que estão organizadas umas com as outras para adorar a Cristo. Não estamos, porém, em uma denominação. Ninguém irá governar sobre nós, você está vendo. Não é uma denominação. É apenas uma organização de confraternidade entre crentes cristãos. As pessoas vêm aqui à igreja e, torna-se lhes a igreja que freqüentam, se acaso desejam vir enquanto viverem.         
17 - E elas podem vir aqui e discordar de tudo que nós pregamos. Isto está perfeitamente correto. Você ainda, contanto que seja um Cristão, você tem companheirismo e um prato de comida do mesmo modo que o resto delas. Está vendo? Se eu disser que creio em batismo por imersão, por água, e você crer em aspersão, e estiver certo disso, nós ainda seremos exatamente os mesmos, como seríamos se ambos concordássemos. Pode ser que não sejamos capazes de concordar plenamente, igualmente, porém, contanto que você seja um Cristão, irmão ou irmã, você é perfeitamente bem-vindo, está vendo, todos.


Mensagem: "A Ordenação de Diáconos" - Traduzido por "A Palavra Original".
01 - E, isto é, que a primeira coisa é a colocação de alguns diáconos na igreja. E nossa igrejinha aqui é soberana. Ela não tem nenhuma denominação ou coisa alguma para enviar seus diáconos, ela elege seus próprios diáconos. Ela elege seu pastor, ela elege seus administradores, ela elege tudo que entra e sai da igreja. Nenhuma pessoa tem que dizer algo sobre coisa alguma, é a igreja. E a igreja são aqueles que vêm e mantêm a igreja com sua presença, com seu dízimo e ofertas, são sempre aqueles que têm direito de dizer algo em lugar de tais coisas.
03 - E muito frequentemente, de acordo com o regimento interno da igreja, todo ano, os diáconos ou administradores automaticamente completam seu tempo. E se eles querem voltar, tudo bem. Se eles não querem voltar, então eles podem colocar alguns em seus lugares, que este conselho tenha demitido.
10 - (...). E isto é, então, eles são apontados pela igreja, por seu próprio voto. (...).
11 - (...) nós ordenaremos esses diáconos por imposição de mãos, diáconos e tesoureiros nesta igreja. Mas primeiro eles devem ser indicados e - e ver quanto eles gostam disto. Então se isto - então se estiver tudo bem de ambos os lados, então nós fazemos esses homens ordenados diáconos, exatamente como administradores são eleitos da mesma forma.
12 - Isto é soberania e o regimento da igreja, pela Palavra de Deus. Por esta razão, que, eles realmente não podem dizer que "eu penso que este homem seria um homem certo", pois não é isto, "o irmão Neville pensa que este é o homem certo, ou o conselho de administradores pensa que este homem seria um homem certo". Isto tem que ser pela igreja! Ninguém faz nada por si mesmo aqui. É o voto da igreja. Esta é uma igreja soberana.

Escandalos de corrupção envolvendo igrejas evangélicas


         Há tempos estamos denunciando a prática ilegal de corrupção dentro das igrejas evangélicas, que assim como aprenderam com o catolicismo desde os tempos medievais, agora nesses últimos tempos vêm se mostrando que não possuem compromisso com a Verdade. Aos cristãos que estão sendo participantes dessas instituições religiosas, ouça a voz de Deus que diz:

"Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua fornicação, e os reis da terra fornicaram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
Porque já os seus pecados se acumularam até ao céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela."

Apocalipse 18:3-5



Cunha usou Assembleia de Deus para receber propina, diz Janot

Redação

20 agosto 2015 | 19:01

Empresas do delator Júlio Camargo foram usadas para fazer repasses de R$ 250 mil para a igreja que apóia o presidente da Câmara como forma de quitar parte da propina, segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República


Por Mateus Coutinho

O procurador-geral da República Rodrigo Janot acusa o deputado Eduardo Cunha de indicar a Igreja Evangélica Assembleia de Deus para receber parte da propina de ao menos US$ 5 milhões destinada a ele referente aos contratos para viabilizar a construção de dois navios-sonda usados pela Petrobrás. Parte dos repasses foram divulgados pelo Estado no mês passado.

Segundo a denúncia contra o presidente da Câmara apresentada nesta quinta-feira, o lobista e delator da Lava Jato Júlio Camargo foi procurado em 2012 por Fernando Soares, que operava a propina para o PMDB na estatal, e lhe indicou que ele “deveria realizar o pagamento desses valores à Igreja Evangélica Assembleia de Deus”, assinala a denúncia. O nome da igreja no registro da Receita Federal corresponde à Igreja Evangélica Assembleia de Deus, ministério Madureira, em Campinas (SP).




“Segundo Fernando Soares, pessoas dessa igreja iriam entrar em contato com o declarante, o que realmente ocorreu”, segue o procurador-geral da República. A partir de então, foram feitas duas transferências em agosto de 2012 das empresas de Júlio Camargo, Piemonte e Treviso, no valor de R$ 125 mil cada que tiveram como destino uma filial da Assembleia de Deus Ministério Madureira em Campinas “ambas com a falsa justificativa de pagamento a fornecedores”, segue Janot na denúncia.

O procurador-geral afirma que “não há dúvidas de que referidas transferências foram feitas por indicação de Eduardo Cunha para pagamento de parte do valor residual da propina referente às sondas”. A denúncia ainda ressalta que Júlio Camargo nunca frequentou a igreja evangélica e “professa a religião católica”, além de nunca ter feito doações para a Assembleia de Deus antes deste episódio.

 

Culto. Em fevereiro deste ano, Cunha chegou a participar de um culto de mais de duas horas em comemoração a sua eleição para a Presidência da Câmara junto com outros políticos na Assembleia de Deus Madureira, no Rio de Janeiro. Na ocasião ele declarou ter trocado a Igreja Sara Nossa Terra pela Assembleia de Deus Madureira. A bancada evangélica foi uma das que mais apoiou Cunha na eleição para a Presidência da Câmara.


 
O presidente da Assembleia de Deus Madureira no Rio, pastor Abner Ferreira, contemplou o presidente da Câmara no culto. “O Satanás teve que recolher cada uma das ferramentas preparadas contra nós. Nosso irmão em Cristo é o terceiro homem mais importante da República”, disse o religioso na época. Abner Ferreira é irmão do pastor Samuel Ferreira, que preside a Assembleia de Deus no Brás, em São Paulo, e aparece no registro da Receita Federal como presidente da Assembleia de Deus Madureira em Campinas, que recebeu os R$ 250 mil das empresas de Júlio Camargo.

Na denúncia apresentada nesta quinta, Janot acusa o presidente da Câmara de ter recebido propina no valor de ao menos US$ 5 milhões para viabilizar a construção de dois navios-sondas da Petrobras, no período entre junho de 2006 e outubro de 2012. A denúncia destrincha a complexa rede de empresas de fachada e offshores utilizada por Júlio Camargo, Fernando Soares e o ex-diretor de Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró para receber um total de US$ 40 milhões de propinas movimentadas no exterior e no Brasil, inclusive por meio da igreja evangélica.

Em nota divulgada nesta noite, Cunha afirmou ser inocente e disse refutar “com veemência” o que ele chamou de “ilações” da Procuradoria-Geral da República. A assessoria de imprensa do pastor Samuel Ferreira ainda não retornou aos contatos da reportagem. Contatado pela reportagem no mês passado para comentar os repasses, o religioso não quis falar sobre o caso.

Operação Lava Jato

Cunha usou Assembleia de Deus para receber propina, diz PGR

por Henrique Beirangê publicado 20/08/2015 18h39
Segundo a denúncia, remessas feitas à igreja evangélica eram uma das formas de recebimento de dinheiro
 Denuncia da revista Carta Capital
Marcelo Camargo / Agência Brasil 

Cunha é acusado de receber propinas também por meio de pagamentos no exterior, remessas de dinheiro vivo e falsos contratos de consultoria

Parte da propina paga ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no esquema de fraudes da Petrobras teria sido feita por meio da Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Segundo consta na denúncia da Procuradoria-Geral da República, o operador do PMDB no esquema de fraudes na estatal, Fernando Soares – vulgo Fernando Baiano – orientou o lobista Júlio Camargo, que prestava serviços para a Toyo Setal, a efetuar dois depósitos no valor de 250 mil reais para a igreja.
Segundo a denúncia, Baiano seria “sócio oculto” de Cunha nas fraudes. Os dois depósitos foram feitos no valor de 125 mil reais em 31 de agosto de 2012 pelas empresas Treviso e Piemonte, pertencentes a Camargo.
ADVERTISEMENT
Cunha_PGR (2).jpg
 


 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma na acusação que Camargo nunca fez qualquer tipo de doação à igreja e os depósitos tiveram a única finalidade de quitar dívidas com o deputado por conta do contrato entre a coreana Samsung e a japonesa Mitsui no aluguel e venda de dois navios sondas da Petrobras. Os contratos somaram 1,2 bilhão de reais e teriam gerado 80 milhões de dólares em propinas aos lobistas e a Cunha.
Ainda de acordo com o procurador-geral, “é notória a vinculação de Eduardo Cunha com a referida igreja. O diretor da referida igreja perante a Receita Federal é Samuel Cássio Ferreira, irmão de Abner Ferreira, pastor da Igreja Assembleia de Deus de Madureira, no Rio de Janeiro, que o denunciado frequenta. Foi nela inclusive que Eduardo Cunha celebrou a eleição para a presidência da Câmara dos Deputados, conforme amplamente divulgado pela imprensa”.
A acusação ainda cita um encontro que teria havido entre Fernando Baiano, Júlio Camargo e Eduardo Cunha em um prédio no Rio de Janeiro. O encontro teria ocorrido na avenida Afrânio de Melo Franco, no Leblon. Segundo consta da denúncia, Cunha e Baiano teriam chegado em uma Range Rover e estacionado em um prédio vizinho a onde ocorreu a reunião. Foram identificados registros de chamadas de rádio de Baiano nas imediações e o ingresso de seu veículo neste estacionamento. Nesta reunião teria sido exigido por Cunha a Camargo a propina de 5 milhões de dólares.
A procuradoria-geral da República pede que Cunha e a ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ) sejam condenados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro além de devolverem aos cofres públicos 80 milhões de dólares. Segundo a denúncia, Solange teria ajudado Cunha a pressionar Camargo a acelerar o pagamento de propinas após ingressar com um requerimento no TCU pedindo esclarecimentos sobre os contratos da Samsung e Mitsui junto a Petrobras.
Cunha_PGR (1).jpg

 
Escândalo envolvendo a igreja Universal
 

O texto original encontra-se no seguinte link:

“Bispo” Macedo é investigado por lavagem de dinheiro nos EUA e na Venezuela — nesse caso, dinheiro seria do tráfico de drogas

       Se Deus vai perdoar Edir Macedo, isso não se sabe. Quem somos nós para especular sobre o Juízo Divinal, não é mesmo? Mas que a lei dos homens começa a enroscar com o autoproclamado “bispo”, ah, isso começa. O Ministério Público Federal o acusa de “organizador de atividade criminosa” e de praticar evasão de divisas, lavagem de dinheiro, estelionato e falsidade ideológica. O não-pagamento de R$ 10 milhões de aluguéis atrasados resultou na penhora da sede da TV Record no Rio. O repasse de dinheiro da Igreja Universal para a televisão é crescente — chegou a R$ 430 milhões em 2010 —, mas o Ibope empacou nos sete pontos na Grande São Paulo e dali não sai desde 2009. Mas não é só no Brasil que a barra está pesando para o bispo. Leia trecho de reportagem de Laura Diniz e Otávio Cabral na VEJA desta semana.
(…)
Na última década. Macedo expandiu seus empreendimentos para fora do Brasil, abrindo templos da Universal em 170 países e criando a Record Internacional. A expansão internacionalizou suas dificuldades com a lei. Como grande parte das doações passa pelos Estados Unidos, promotores americanos o investigam por lavagem de dinheiro. Até a Venezuela anda preocupada. Em pedido de cooperação enviado ao Brasil, promotores daquele país relatam que o bispo é alvo de uma investigação de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas. Os venezuelanos citam a acusação feita por um ex-pastor da Universal que viajou à Colômbia em 1989 para obter recursos com um traficante do Cartel de Cali. Voltou de jato fretado para o Brasil e a soma, segundo ele, foi usada para a compra da Record. Como o mesmo grupo de religiosos difundiu a Universal na Venezuela, as autoridades de lá temem que as igrejas estejam sendo usadas para lavar dinheiro.”Estamos na presença de uma organização criminosa internacional que também atua na Venezuela”, justificam os promotores, que pedem cópia de todas as investigações brasileiras relacionadas a Macedo.
(…)
Leiam íntegra da reportagem na edição impressa da revista.
Por Reinaldo Azevedo

Igrejas evangélicas (brasileiras) envolvidas com o narcotráfico?  
Guilhermino Filho Prado em
depoimento na CPI do Narcotráfico



Johnny Bernardo

No mês em que a Igreja Pentecostal Deus é Amor completa cinquenta anos (foi fundada no dia 03 de junho de 1962) e novas suspeitas de que traficantes de drogas e armas atuam por trás de denominações evangélicas veem à tona.

A prisão de um pastor do Rio Grande do Norte e mais três homens por tráfico de drogas em Fortaleza, no último dia 18 de junho, e a denúncia (feita por um ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus) de que Edir Macedo teria comprado a Rede Record de Televisão com dinheiro oriundo do cartel de Cali, são apenas dois de inúmeros casos envolvendo igrejas e lideres evangélicos. Em meio a um turbilhão de denúncias e prisões, a sociedade e os meios de comunicação se debruçam para entender até que ponto o narcotráfico possui influência nas organizações religiosas. A aproximação entre traficantes e igrejas evangélicas nos morros do Rio de Janeiro seria uma das causas do envolvimento de pastores com o tráfico de drogas e lavagem de dinheiro? Haveria algum tipo de coação? No caso de coação, qual seria o nível de culpabilidade? O questionamento é amplo, bem como as respostas a ele dadas. O que se tem de concreto – por parte das autoridades competentes – é que a isenção da declaração de imposto de renda e a constante movimentação de dólares pelo exterior fazem de igrejas alvo de quadrilhas especializadas em lavagem de dinheiro.

Embora esporadicamente, casos de prisão de pastores por envolvimento direto com o narcotráfico indicam que a participação de determinadas igrejas vai além da simples lavagem de dinheiro? Seria o caso da Igreja Deus é Amor? Em depoimento à Polícia Federal, Guilherme Filho Prado (que por 18 anos trabalhou como contador na IPDA) revelou que a cúpula e lideranças regionais da Deus é Amor teriam envolvimento com o narcotráfico, e cita o traficante Fernandinho Beira-Mar como um dos beneficiados. Ainda de acordo com as denúncias – feitas em 2000 e investigadas pela Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro e acompanhadas pela deputada federal Laura Carneiro (à época do PFL – RJ) -, membros de uma filial da IPDA transportavam drogas, armas e dinheiro para a Vila Beira-Mar. Em setembro de 2010, um pastor de uma congregação da IPDA de Ribeirão Cascalheira, a 893 km de Cuibá (MT) foi preso em fragrante pela Polícia Civil embalando drogas dentro da própria igreja. Dois meses depois, outro pastor foi preso em São Bernardo do Campo (SP) em um laboratório de drogas instalado em cima de uma igreja.
 
Marcos Pereira é outro pastor acusado de envolvimento com o tráfico
Apesar de declarações do advogado da IPDA – de que o ex-contador teria tentado extorquir a igreja – e de que nenhuma condenação teria sido imposta à cúpula, o testemunho de Guilherme Filho Prado serviu de base para uma operação de busca e apreensão na casa de David Miranda (fundador da Igreja Deus é Amor), em setembro de 2000, e outras investigações promovidas pela PF de Foz do Iguaçu, São Paulo e Rio de Janeiro, além de CPIs do Narcotráfico de São Paulo e Brasília. A suspeita é de que a Andy Viagens e Turismo, com escritório na Vila Mariana (SP) e de propriedade da Igreja Deus é Amor, serviria de base para operações de lavagem de dinheiro. De acordo com investigações realizadas pela Polícia Federal, somente entre 1992 e 1996 – portanto, anterior às denúncias de Guilherme Prado – cerca de 37 bilhões de reais teriam deixado o Brasil através de Foz do Iguaçu e tinham como destino contas do fundador da Igreja Deus é Amor. Indiciado por evasão de divisas e lavagem de dinheiro, David Miranda compareceu a Superintendência da Polícia Federal de São Paulo na tarde de 16 de maio de 2000 para prestar esclarecimentos sobre o envio de remessas de dólares para contas associadas à CC-5. Conquanto nenhuma acusação contra David Miranda e a nenhum outro membro da cúpula da IPDA tenha progredido nos tribunais, a centralização do poder nas mãos da família Miranda, a ligação com a agência Andy Viagens e Turismo (como pode ser comprovada com base em dados de um ex-funcionário da IPDA – disponível em um site de cadastro de currículos) e o extremo controle dos membros e patrimônio da igreja, seriam, pelo menos internamente, indícios de “manipulação”? Há quem suspeite das reais intenções da IPDA. De acordo com Sidnei Moura (que foi membro da IPDA por 15 anos), “usos e costumes são uma das muitas formas de manipulação e controle”. 

Pastores da Mundial presos com fuzis M15 no Mato Grosso do Sul
A IPDA também é conhecida por alguns processos movidos contra meios de comunicação, como no caso de uma ação movida contra a Rede Bandeirantes de Televisão da qual a emissora e o repórter acabaram absolvidos - na reportagem, produzida pelo jornalista Sandro Barbosa de Araújo, o ex-contador da IPDA oferece detalhes do suposto “envolvimento” de lideres da igreja com o narcotráfico e lavagem de dinheiro. Em outro processo movido contra o programa do Ratinho e SBT - aberto após declarações de Raquel Borges Miranda, nas quais acusa seu ex-marido, Daniel Oliveira Miranda, de viver luxuosamente e ser usuário de drogas – a IPDA saiu vitoriosa. Apesar da condenação ao programa e ao canal de televisão, parte das declarações da ex-mulher do filho de David Miranda foi confirmada pelo deputado estadual Renato Simões (PT), à época relator da CPI do Narcotráfico na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP). Segundo o relator, Daniel Oliveira Miranda tem duas passagens pela polícia por porte de entorpecentes, embora deixe claro que “de maneira alguma isso significa que ele seja traficante”.

Dúvidas

Até que ponto o relato de Guilherme Filho Prado pode ser considerado confiável? Sidnei Moura lembra que por ocasião de uma sabatina na ALESP, na qual Prado foi convidado como testemunha chave, após entrar em contradição em diversas declarações que haviam sido dadas a imprensa, um dos parlamentares o questionou sobre possíveis provas. Em resposta, o ex-contador afirmou que teve acesso a várias remessas ilegais de dinheiro, mas que a única coisa que podia afirmar sobre o envolvimento de traficantes foi ter visto os filhos de David Miranda recebendo tais traficantes na sede mundial. Na ocasião, a IPDA fez uma gravação de trechos da sessão onde Guilhermino Filho Prado é confrontado e que passou a ser transmitida em meios de comunicação ligados a IPDA. "Lembro-me que era obrigado veicular a gravação mesmo em programas de horários alugados em rádios, e nesses programas a ordem era rodar de meia em meia hora, como também nos cultos da igreja sede - houve até cultos especialmente convocados apenas para se ouvir tal gravação”, declara Moura.

Ainda de acordo com Sidnei Moura, o que lhe pareceu estranho foi que antes de ir à ALESP, o ex-contador fez um verdadeiro alarde em diversas emissoras de rádio e televisão, e na última aparição na TV disse ter provas irrefutáveis da participação da IPDA nesse tipo de delito, e que apresentaria documentos que comprovavam tal esquema. “Depois de falar secretamente com membros da comissão foi a público sem uma única prova concreta sobre a denúncia – de envolvimento da IPDA com o narcotráfico”, revela Moura. O que ocorreu entre a última declaração de Prado, na TV, e a sabatina na ALESP? Não se sabe ao certo até que ponto o ex-contador teria “mentido” ou “ocultado” provas, e até onde possuía informações, mas seus depoimentos na TV Bandeirantes, e, principalmente, na Polícia Federal, foram claros no sentido de que a Igreja Deus é Amor teria algum tipo de envolvimento com esquemas ligados ao tráfico de drogas. A dúvida é de que maneira e por meio de qual elo frágil narcotraficantes teriam se infiltrado. Sidnei Moura parece nos indicar um caminho. “O caso Guilhermino não foi o único a levantar dúvidas sobre o tema - os dois filhos de David Miranda são conhecidos por terem uma relação instável na igreja, saem e voltam com frequência, e quando saem envolvem-se com traficantes. Porem, a força do sistema é extremamente cuidadosa para não expor suas fragilidades - daí a incerteza sobre todas essas acusações”, conclui Moura.

Sobre a maneira como a instituição lidava com as denúncias, Moura ressalta que o “caso acabou sendo proibido de ser falado na igreja e membros chegaram a ser disciplinados por terem acesso a tais reportagens ou por insistirem no assunto.” Em uma circular despachada recentemente pela sede mundial da Igreja Deus é Amor, obreiros e demais membros são expressamente proibidos de manterem qualquer tipo de contato com ex-membros da IPDA – particularmente obreiros e pessoas de destaque na instituição. Qual seria a razão da proibição e sob qual base jurídica a decisão foi aprovada? Procurada, a IPDA não quis se manifestar sobre a polêmica. Algo semelhante acontece em outras religiões, como no caso das Testemunhas de Jeová e na Congregação Cristã no Brasil. Pelo menos nestes exemplos, proibições são impostas aos adeptos com o intuito de mantê-los a salvo de más influências externas, e, ao mesmo tempo, sob seu domínio. O extremo centralismo administrativo na IPDA e as constantes disciplinas (e até mesmo processos judiciais) impostas a membros é algo no mínimo preocupante. 

Um problema generalizado

A IPDA não é a única a sofrer com acusações de lavagem de dinheiro e associação com o narcotráfico. No dia 11 de março de 2010 a Igreja Mundial do Poder de Deus teve seu nome estampado nos principais jornais após a prisão de três de seus pastores acusados de tráfico de armas. Detidos em Miranda, Mato Grosso do Sul, com os pastores teriam sido encontrados sete fuzis modelo M15 de uso exclusivo do exército. Em depoimento, os religiosos declararam que as armas seriam levadas para Niterói e depois entregues a traficantes de morros do Rio de Janeiro. A Igreja Universal do Reino de Deus também seria alvo de acusações, sendo uma das primeiras direcionadas por Caio Fábio, que, em um vídeo distribuído a partir do YouTube, declara que pessoas próximas a Edir Macedo teriam viajado para Cali, na Colômbia, de onde teriam trazido recursos para a fundação da IURD. Três anos depois, Carlos Magno de Miranda – um ex-bispo da Igreja Universal e que por dez anos esteve ao lado do fundador – declarou, em entrevista ao blogueiro Vini Silva, que a Rede Record de Televisão teria sido comprada com verbas oriundas do narcotráfico. 

A crise também teria atingido, recentemente, um dos mais destacados pastores do Rio de Janeiro. Líder da Igreja Assembleia de Deus dos Últimos Dias, Marcos Pereira – conhecido por seu trabalho na recuperação de drogados e traficantes -, virou alvo de inquérito policial após denúncias do líder do AfroReggae, José Júnior. Segundo o denunciante, o líder da IADUD teria sido um dos principais mentores dos ataques no Rio, em 2006, logo após a eleição de Sérgio Cabral para governador do estado. José Júnior, que entre 2006 e 2007 trabalhou ao lado de Marcos Pereira, também deu detalhes da participação do pastor com o narcotráfico, de possíveis abusos sexuais cometidos contra crianças e mulheres, de encenações de curas e de seu temor de que poderia ser assassinado. Em nota, a IADUD classificou como levianas as acusações e lamentou pelo fato de que o assunto tenha sido levado ao conhecimento público.





Operação " Deus Tá Vendo " prende cinco pastores evangélicos



TERRA


A Delegacia de Polícia de Veranópolis, no Rio Grande do Sul, deflagrou na quarta-feira a Operação Deus Tá Vendo, em três Estados. De acordo com informações da Polícia Civil do RS, a ação prendeu cinco pastores evangélicos ligados a Assembleia de Deus em Itajaí (SC), Ponta Grossa (PR) e São Gonçalo (RJ), por fraude em venda de veículos.

Segundo o delegado Alvaro Luiz Pacheco Becker, da 2ª DP de Bento Gonçalves (RS), os presos atuavam em associação criminosa, vendendo os veículos por preços abaixo do valor de mercado. Eles alegavam que a Igreja havia recebido os automóveis por meio de uma doação da Receita Federal, por isso poderiam vendê-los por preços menores.

O valor aproximado do golpe gira em torno de R$ 1,2 milhão, tendo mais de 40 vítimas só na cidade de Veranópolis.